02 June 2006

Livro de Peter Woit

O livro de Peter Woit, "Not Even Wrong", foi lançado na Inglaterra e em breve será lançado nos EUA. Como todos sabem, ele mantem um blog no qual faz críticas à teoria de cordas e o livro segue o mesmo caminho. Li uma versão do livro de 2005 e não sei o quanto ele mudou. Assim como no blog, as críticas contidas no livro não são de cunho científico. Ele reconhece que não existe nada de errado com a teoria de cordas enquanto teoria, isto é, como uma construção que é matematicamente consistente. Sua crítica é que a teoria de cordas não produziu nenhum resultado que possa ser testado experimentalmente. E aqui estamos em terreno pantanoso. Eu, em particular, não vejo nenhum problema em se estudar uma teoria que ainda não fez contacto com a experiência. Outros acham inaceitável estudar algo desse tipo. É uma questão de gosto dedicar-se ou não a uma atividade desse tipo. Einstein demorou 10 anos para construir a relatividade geral sem nenhum input experimental. Ele queria apenas conciliar a gravitação com a relatividade restrita. A teoria de cordas é muito mais complexa que a relatividade geral (de fato a teoria de cordas contém a relatividade geral) e não é surpreendente que seja necessário muito mais tempo até termos a teoria completa.

A afirmação constante de Peter Woit de que a teoria de cordas não produziu nenhum resultado também não é completamente correta. De fato, ela ainda não fez nenhuma previsão experimental. Mas fez previsões teóricas que foram confirmadas. Através da correspondência AdS/CFT é possível estudar o regime de acoplamento forte de algumas teorias de gauge. Dessa forma, é possível prever o comportamento de certas quantidades nas teorias de gauge utilizando a correspondência. Esses resultados foram posteriormente confirmados através de cálculos na teoria de gauge. Eu acho isso simplesmente fantástico, dando uma credibilidade muito grande à correspondência e à teoria de cordas. O blog do Peter anunciou o livro e abriu espaço para comentários. Claro que o Lubos Motl já fez um review do livro no site do Amazon.com. A discussão entre os dois no blog do Peter está acalorada, como era de se esperar, mas não acrescenta nada de novo. But it is fun!

5 comments:

Leucipo said...

¿que es el "cunho cientifico"? ¿simplemente "cunho matematico"?

Pedro said...

Caro Vitor,

Que baixaria essa discussão desses dois. Eu tenho a ligeira impressão de que, se o Woit e o Motl se encontram um dia na rua, eles saem na mão...>;-p

Abraços!

Victor Rivelles said...

Olá Leucipo,

É cunho científico mesmo. A teoria de cordas é matematicamente consistente. Porém, depois de 30 anos, ninguém ainda conseguiu extrair uma previsão específica, apenas, previsões gerais como, por exemplo, dimensões extras. Peter conclui, então, que se deve abandonar a teoria. Esse tipo de crítica não é científica. É uma crítica de caráter pessoal. Ele não gosta de trabalhar em teorias que ainda não fizeram contacto com experimentos. Ponto. Outros discordam dele e acham que vale a pena trabalhar com cordas e tentar encontrar alguma comprovação experimental.

Victor Rivelles said...

Olá Pedro,

Gostaria de estar presente quando eles se cruzassem...

Leucipo said...

Woit y Lubos (Pedro y el Lobo) se han encontrado ya, creo que en una conferencia en honor de Coleman, quien fue advisor de Woit.

Pero desde entonces los animos se han ido caldeando :-(